top of page

COMO SE LIVRAR DAS PLANILHAS FINANCEIRAS NO MERCADO DE AGRONEGÓCIO


A tecnologia veio para somar, trazendo mais velocidade aos processos administrativos e novos modos de organizar a informação. É verdade que o setor do agronegócio acumula perspectivas positivas empolgantes e, justamente por isso, automatizar rotinas financeiras é uma forma de acompanhar a o momento positivo previsto para o mercado, fazendo com que o gestor dos processos administrativos, seja ele um produtor rural, dono de loja agropecuária ou administrador de distribuição de insumos, obtenha os melhores e mais eficientes resultados.

Aprenda a se livrar de vez das planilhas financeiras do agronegócio:


Controlar as informações

Cada administrador tem um sistema próprio de exercer controle sobre seu negócio. Nesse caso, a acepção da palavra “sistema” refere-se a um esquema próprio de gestão, com anotações e arquivamento de dados regidos por uma postura de conduta que pode ser compreendida e até ser repassada a outros profissionais. Em geral, são métodos que não dão conta do volume de movimentações e estão fatalmente propícios a falhas e à omissão de problemas.

Organizar dados relevantes como, por exemplo, a entrada e saída de dinheiro, é uma forma de exercer controle e ter alguma previsibilidade sobre os próximos passos da empresa, porém, isso não pode ser feito apenas através do uso de planilhas ou simples tabelas com configurações deficientes e que pouco ou nada contribuem à integração com o sistema de gestão.


Adotar ferramentas atuais e adequadas

Atualmente, o que há de interessante em termos de ferramentas auxiliares que podem, de fato, otimizar a organização interna de uma empresa são os softwares de gestão. Alguns, inclusive já adequados ao mercado do agronegócio. Não se trata de um programa de grandes proporções, que exija instalação de componentes específicos ou altas despesas com infraestrutura. Os softwares de gestão são programas que podem ser rodados a partir de computadores comuns e podem armazenar dados em um banco de dados confiável, mantendo a segurança das informações e minimizando os riscos de perda de informações importantes.

São softwares capazes de integrar vários setores do negócio, relacionando informações sobre o armazenamento de produtos, dados financeiros, entre outras faces de integração, que tornarão maior a visibilidade de dados, facilitando consultas de situações pontuais ou mesmo o rastreio de informação específica. Tudo isso contribui à constituição de um sistema mais dinâmico, seguro e eficaz que poderá trazer melhores resultados à gestão agrícola ou ao sistema de produção da propriedade rural.


Conhecer e identificar demandas

Exercer controle sobre as etapas de produção ou sobre o armazenamento de produtos agrícolas envolve muitos quesitos. Antes de adotar um sistema para automatizar e unificar os processos, é fundamental conhecer as demandas do seu negócio e identificar onde é preciso estar mais atento.

Maior dinâmica para lidar com demandas bancárias, mais atenção ao pagamento de impostos, mais primor para realizar planejamentos com previsibilidade financeira, ou mesmo conseguir emitir relatórios mais consistentes, diminuindo os erros e tornando as análises mais aprimoradas. Identificar as deficiências da organização antes de escolher um sistema aumenta as chances de fazer uma escolha acertada e capaz de operar mudanças na organização do negócio.

Dúvidas sobre optar por um sistema de gestão? Já trabalha com um e quer compartilhar sua experiência? Deixe um comentário e contribua com a nossa discussão!


COMPARTILHE

Comentarios


bottom of page