top of page

O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE ABRIR UMA REVENDA AGRÍCOLA


produtos de uma revenda agrícola

Alguns dos adjetivos que mais escutamos quando falamos do agronegócio brasileiro são: moderno, eficiente e competitivo. Pois é isso mesmo. Com proporções continentais, clima diversificado, quase 13% da água doce disponível em todo o planeta e energia solar abundante, o Brasil tem nada mais nada menos do que 388 milhões de terras agricultáveis férteis, das quais 90 milhões ainda não foram exploradas.

Todos esses fatores fazem do nosso país um território com uma vocação natural para o agronegócio, tanto aqueles chamados de “dentro da porteira” como os produtores rurais, quanto aqueles “fora da porteira”, os processos que incluem a compra, transporte, beneficiamento e venda dos produtos agropecuários para o consumidor final.

Incluídas nessa última categoria, as lojas de produtos agropecuários possuem diversos perfis de oferta de produtos para os mais variados públicos alvos e estão espalhadas nas cinco regiões do Brasil. Montar e gerenciar uma loja de produtos agropecuários ou ainda uma revenda é uma ótima oportunidade de participar de um setor próspero e promissor, responsável por R$1 em cada R$3 gerados no país. Ficou interessado? A seguir vamos mostrar alguns pontos necessários para se montar uma loja de produtos agropecuários ou uma revenda. Acompanhe:


Estabeleça um plano de negócio para sua revenda agrícola


Uma revenda agrícola não deve ser aberta sem um plano de negócios bem específico. Através dele que podem ser avaliados diversos itens fundamentais para a prosperidade do negócio como: localização, pesquisa de mercado, estrutura, equipe de vendas, logística entre outros itens. Quando falamos da venda de produtos agrícolas, vale observar que a loja não precisa estar localizada necessariamente em áreas agrícolas. A sua localização nas vias de acesso e saída da cidade, por exemplo, é uma boa opção. Por isso que é importante traçar o plano de negócios: somente com ele em mãos é que se pode visualizar a implantação da loja como um todo e avaliar uma ou outra oportunidade específica de negócio.


Quais são as obrigações legais para montar uma loja agropecuária?


Para começar é preciso registrar a empresa. Dessa forma, a primeira providência é contratar um contador de confiança. Este profissional vai te orientar na hora de escrever os atos constitutivos da empresa e ajudá-lo a escolher qual é a forma jurídica mais adequada para a sua loja agrícola. Ainda vai auxiliá-lo na hora de preencher os formulários exigidos pelos órgãos públicos de inscrição de pessoas jurídicas.





O contador também é peça fundamental para indicar os melhores regimes fiscais (lucro presumido, lucro real ou SIMPLES). Assim, para legalizar a empresa, antes de qualquer coisa é importante procurar os órgãos responsáveis para cada uma das inscrições. Eles são, sequencialmente:

  • Junta Comercial;

  • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);

  • Secretaria Estadual da Fazenda;

  • Prefeitura do Município para obter o alvará de funcionamento;

  • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal (a empresa será obrigada ao recolhimento anual da Contribuição Sindical Patronal).

  • Cadastro junto à Caixa Econômica Federal dentro do sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”.

  • Corpo de Bombeiros Militar.

  • Prefeitura da cidade onde pretende montar a sua empresa (quando for o caso) para fazer a consulta de local.

Segundo o consultor Gibran da Agro Consultoria se faz necessário para as empresas que comercializam agroquímicos, ainda a Licença Ambiental do Órgão Competente do Estado, Registro do Ministério da Agricultura e outro que poucos sabem, a Licença do IBAMA.


É necessário preparar algumas documentações na esfera estadual, como o requerimento ao Chefe do DFA/SIV do seu Estado, para solicitar a vistoria dos equipamentos e das instalações. Mas como dito antes, o contador é a figura que pode te auxiliar em todo esse processo burocrático.


Escolha um sistema eficaz de gestão


Agora que você já sabe um pouco sobre o plano de negócios e sobre as obrigações legais na hora de montar uma revenda agrícola, precisamos especificar quais são os principais processo de trabalhos: atendimento e vendas, emissão do receituário agronômico, seleção de fornecedores, controle de estoque, gestão administrativo financeira, controle sobre receitas e recebimentos, controle de caixa, de conta bancária, de contas a receber e pagar para os fornecedores, atender as exigências dos órgãos reguladores e por aí vai,,,


Para evitar dor de cabeça nesse item, é importante antes de tudo utilizar a tecnologia inteligente a seu favor. Os softwares específicos para o agronegócio apresentam funcionalidades que asseguram de forma integrada o gerenciamento de todos os processos da revenda de insumos agrícolas, muitas vezes desde o controle de estoque até o relacionamento com os produtores, percorrendo todas as etapas como planejamento, execução e avaliação. Somente dotado de uma ferramenta de alta qualidade é que se pode planejar cada ação com o objetivo de antecipar situações e agilizar a tomada de decisão com segurança, o que implica diretamente na alta performance do negócio.


Esses são alguns dos principais pontos que você deve conhecer na hora de começar a planejar a sua loja agropecuária ou a sua revenda agrícola. Claro que aqui apenas falamos um pouco sobre cada tópico. Para se aprofundar nos temas, não deixe de acompanhar nosso blog com conteúdos para você entender ainda mais do seu negócio e manter-se informado sobre seu setor!


Ficou com alguma dúvida específica? Escreva pra gente pelos comentários.


COMPARTILHE

bottom of page